RÁDIO MENSAGEIRA DA PAZ: TODOS OS DIAS DAS 07:30HS ÁS 00:00HS


"...Sou a Mulher do Gênesis prometida por Deus para esmagar a cabeça da serpente infernal e trazer-vos o Redentor. Sou também a Senhora do Apocalipse, que vai esmagar e prender com a grossa corrente de ferro o dragão infernal no abismo eterno, de onde não mais poderá sair para fazer mal a Terra e aos Meus filhos..."MARIA SANTÍSSIMA NAS APARIÇÕES DE JACAREÍ

terça-feira, 21 de novembro de 2017

VIDA DE SANTA CECÍLIA -22 DE NOVEMBRO-DIA DE SANTA CECÍLIA

REDE SOCIAL, TV E RÁDIO

VIDA DE SANTA CECÍLIA -22 DE NOVEMBRO-DIA DE SANTA CECÍLIA

Afinal, quem era Cecília? 

Uma virgem e mártir que tem sua festa celebrada pela Igreja no dia 22 de novembro e que nasceu no início do século III. Seus pais eram cristãos e pertenciam a uma das mais gloriosas e ilustres famílias da Romanas. Ainda criança ela foi entregue a uma dama de companhia que também era cristã. Esse foi, certamente, um ato inspirado por Deus. Foi essa boa aia quem esforçou-se ao máximo para que a menina conhecesse e amasse Nosso Senhor Jesus Cristo e pudesse assim caminhar no amor e prática das virtudes cristãs. Cecília sempre mostrou boa educação e boa formação nas coisas do mundo. Mais que isso, graças à educação que a aia lhe deu, a vida de Cecília tornou-se exemplo da formação cristã que se deve dar a uma pessoa. Bem cedo Cecília cultivou o gosto pela contemplação das belezas naturais criadas por Deus e colocadas pelo Criador à disposição dos homens. Na contemplação do belo das criaturas, ela encontrou um modo de conhecer Deus. Maravilhada, a menina exclamava: - Oh! Quão grande e bom é o Senhor! Quero amá-lo sempre. Quero amá-lo, muito!... A aia de Cecília conhecia as Sagradas Escrituras e lhe contava fatos da História Sagrada. O que mais agradava Cecília eram os trechos sobre a vida de Jesus. A descrição dos padecimentos de Nosso Senhor em sua Paixão, sua morte na Cruz, levavam a atenta ouvinte a apiedar-se do Divino Salvador. Seu coração enchia-se de amor para com Ele e em seu espírito crescia a intenção de não ofender a Deus e consagrar a Ele toda sua vida. A aia ensinou-lhe a amar o próximo por amor de Deus. Por isso em sua alma floresceu um grande amor aos pobres. Neles ela via a imagem de Nosso Senhor Jesus Cristo sofredor, pobre e necessitado. Ela abrandava os sofrimentos e acalmava as dores dos servos, escravos e mendigos. Junto com a ajuda material, ela lhes ensinava a prática da vida e da piedade cristãs. Assim transformou-se numa verdadeira apostola do Evangelho. 

O encontro com Jesus 




O amor a Jesus Sacramentado germinou e cresceu no coração de Cecília. O mundo com suas ilusões e fantasias não a atraia. Ela tinha um único desejo: unir-se a Jesus sacramentado! Ela desafogava seu coração estando recolhida, longe dos atrativos mundanos. A oração era o modo que ela tinha de falar com Jesus. Orando ela exprimia seu desejo de recebê-Lo e fazer d'Ele seu alimento espiritual, sua força na caminhada. Jesus ouviu as preces de Cecília. Ela assistia nas catacumbas de Roma os divinos mistérios. O Pontífice Urbano, tendo nas mãos o Pão Eucarístico, aproxima-se dela. Cecília ajoelha-se aos pés do Papa e recebe pela primeira vez a Santa Comunhão. Nessa hora, adorando Jesus em seu coração, a jovem renovou o propósito de consagrar-se ao serviço de Deus e tornar-se para sempre sua esposa. Cecília sempre teve o desejo de oferecer sua virgindade a Deus. Ocultamente ela procurou o Santo Pontífice e, depois de lhe contar que desde criança havia se consagrado a Jesus, suplicou-lhe que aceitasse seu voto de virgindade. Santa Cecília foi favorecida por Deus com a presença de um Anjo que a defendia dos perigos Sua pouca idade e o fato de ser filha única de nobres e ricos senhores, levou o Pontífice Urbano a dar-lhe, prudencialmente, uma resposta negativa. Cecília não se rendeu, conservando-se firme em seu desejo. Sua sinceridade levou o Pontífice a dar-lhe consentimento. Para evitar qualquer oposição por parte dos parentes, a cerimonia de recepção de seus votos não foi pública. Orfandade, Sofrimento e Proteção Angélica Para Cecília não faltaram dores, sofrimentos e cruzes. A morte dos pais foi uma de suas grandes dores. Sobretudo por causa das consequências que ausência deles lhes trouxe. Mas ela aceitou esses padecimentos com grande resignação. Após a morte dos pais Cecília ficou sob a tutela de um parente que era pagão. Ele acreditava que lhe oferecendo distrações e divertimentos mundanos diminuiria o sofrimento da jovem. Mas, isso não agradava e nem trazia alegria a Cecília que amava a pureza, a solidão e a prece. Ela fugia dos insistentes convites que lhe eram feitos, pois, temia que as distrações da frívola juventude romana, muitas vezes pecaminosas, prejudicassem sua alma inocente. Para que não caísse nas ciladas aprontadas por seu tutor e para ter forças na luta contra o demônio que a tentava, ela fazia jejuns e penitências e trazia sempre sobre seu peito os Santos Evangelhos. Mesmo com o perigo de ser presa, frequentava as catacumbas e lá encontrava paz. Muitas vezes, em companhia da aia, nelas passava a noite inteira, assistia ao serviço divino e rezava fervorosamente a Maria, Rainha das Virgens, a quem pedia o amor de Jesus, único Senhor de seu coração. Cecília foi favorecida por Deus com a presença de um Anjo que a defendia dos perigos e que frequentemente aparecia e lhe orientava. 

Valeriano 


Cecília foi obrigada a estar em uma das festas realizadas por seu tutor. Ali estava Valeriano, um dos mais nobres e elegantes jovens de Roma, cuja família se vangloriava de ter antiga ligação com a família da jovem. A beleza, a modéstia, bem como a postura e pureza de Cecília não passaram desapercebidas por ele. Valeriano, que não conhecia o segredo da modéstia cristã da virgem que se havia prometido como esposa a seu Deus, encantou-se com Cecília. Apaixonou-se por ela e quis, o quanto antes, tê-la como sua esposa. Cecília disse não a Valeriano: desejava somente ser esposa de Cristo! Foi por prudencia que, junto com a negativa do casamento, ela não se declarou cristã. Essa declaração poderia custar-lhe a vida. Ocultamente, Cecília procurou Santo Pontífice e narrou-lhe o que estava acontecendo e reafirmou que preferia a morte a faltar o juramento de amor que havia feito a Jesus. Urbano, procurou consolá-la dizendo-lhe: - Tem confiança, minha filha, se teu celeste Esposo te quiser em seu serviço, ninguém vai tirar-te d'Ele. As orações desta noite serão para que o Senhor nos ilumine. Fica em paz. Deixemos as decisões para depois da celebração dos divinos mistérios. Terminados os ritos sagrados, todos os fiéis deixaram as catacumbas. Só Cecília ficou lá. Urbano chamou-a e, com afeto paternal, disse: - Filha, sê forte e perseverante. Se fores obrigada pelas circunstancias a unir-se a Valeriano, inclina a cabeça e adora os desígnios insondáveis da Divina Providência. Deus terá sobre ti outro desígnio: a conversão de Valeriano a nossa santa religião. Para a proteção de tua virgindade, confia Naquele que, por amor desta virtude, quis nascer de uma Mãe Virgem. A Ele nada é impossível. Vai em paz, confia em Sua bondade e sê prudente. 

O consentimento 




Passaram-se alguns dias e Cecília não conseguiu fugir de uma nova conversa com seu tutor sobre o pedido de Valeriano. No início da conversa, Cecília demonstrou uma recusa total ao casamento. Os parentes não desistiram de seus propósitos e começaram com as ameaças. Foi então que Cecília, lembrou-se dos conselhos do Pontífice Urbano e aceitou casar-se. Sabendo disso, Valeriano foi imediatamente ao palácio para ter pessoalmente a confirmação e poder combinar o dia da cerimônia. Nos meses que precederam a celebração do matrimônio, Cecília conservou-se, quase sempre, retirada. Saía só para ir nos bairros populares para socorrer os pobres, seus mais queridos amigos. Passava noites inteiras em oração e penitência. Pedia a proteção e a graça que lhe eram necessárias e que estava certa de alcançar, pois já havia começado a ter uma grande paz de alma com a presença constante de seu Anjo da Guarda. »

As bodas 



Chegou, afinal, o dia em que os dois jovens se uniriam em matrimonio. O palácio onde morava a jovem católica era um formigar de escravos e donzelas, um fervilhar de ricos e nobres, de amigos e parentes, que iam prestar homenagens e oferecer tributos à presumida felicidade de Cecília. A alma da virgem estava longe dessas manifestações. Ela quase não percebia o que se passava em redor de si. Realizaram-se as cerimônias matrimoniais segundo o ritual da época. O passo estava dado. A virgem de Cristo tornara-se também esposa de Valeriano. 

Terminada a cerimônia, Cecília foi conduzida à sala do banquete. Foi recebida com clamorosos aplausos e cânticos. Cecília, porém, elevava a alma a Deus e repetia em seu coração:

 - "Senhor, que sejam sempre imaculados meu corpo e meu coração; protege tua serva para que não seja confundida". 

Esposa Apóstolo Terminado o suntuoso banquete, Cecília foi levada por algumas matronas à câmara nupcial. Ali ela deveria esperar Valeriano para a noite de núpcias. Apenas ele entrou no quarto correu para abraçá-la exclamando: 

- Oh! dia feliz.... Cecília recuou um passo e disse: 

- Não me toques, Valeriano. O jovem ficou atônito e despeitado com a repulsa. 

- Não te ofendas, meu querido, mas escuta-me, pois que tenho a dizer-te um segredo... - Não temas, Cecília, qualquer que seja ele, jamais ente humano o saberá. 

"Conservai essas coroas com a pureza de vossos corações e santidade de vossos corpos" - disse o anjo aos esposos Cecília e Valeriano 

- Para satisfazer meus parentes, fui obrigada a unir-me a ti. Serei a companheira mais fiel e amorosa de tua vida, mas teremos de viver como se fôssemos irmãos. E a razão é que, desde ainda criança consagrei meu corpo a alguém que não é deste mundo. Alguém que sempre me amou, e, para confirmar disso, mandou um Anjo para me guardar. Ora, se o Anjo vir que não me respeitas, ficará irado e vingar-se-á tremendamente.

 Ouvindo estas palavras, Valeriano, agitado de violentas paixões, exclamou: 

- Oh! Cecília, traíste-me. Não me amas e a outro estás ligada!

 - Não querido, não me entendeste. Não te perturbes. Escuta e compreenderás. Amo-te e muito, com um amor que não acaba com morte. Um amor que durará e será mais sublime ainda na eternidade. Consagrei-me a alguém que não é um simples mortal. Consagrei-me a Deus que permitirá que eu viva sempre contigo nas condições que já te disse. 

- Cecília, disse Valeriano, devo acreditar no que me contas? Se isso é verdade, por que esperastes este momento para dizer-me?

 - Perdoa, Valeriano, se eu tivesse revelado meu segredo, nem tu nem meus parentes o acreditariam e considerando-me louca me teriam declarado a mais cruel das guerras. 

- Mas qual é este Deus a quem te consagraste e que agora não quer legitimar nossa união? Se é um Deus verdadeiro, como rouba nossa felicidade? 

- Deus não necessita de nós. Ele é infinitamente bem-aventurado e, se olha a nossa pequenez, é unicamente para o nosso bem, porque Ele nos ama. Ele nos criou, conserva-nos a vida e será, um dia, nosso Juiz. Este é o Deus dos cristãos. 

- Deus dos cristãos? Você é cristã? Cristãos... esses seres desprezíveis, odiados por todos e contra os quais se tem desencadeado a ira de nossos Imperadores e do povo romano? - De fato, são muitos os nossos inimigos... eles são pobres ignorantes e infelizes. Acredita, Valeriano, tudo quanto dizem a respeito dos cristãos é calunia! 

- Nós, cristãos, não adoramos os falsos deuses. Deuses que só servem para enganar. Nós desprezamos todos os bens perecíveis, aspiramos ao Céu e nos entregamos à prática das mais altas virtudes. Dito isso, ajoelhou e com os olhos levantados para o Céu exclamou: - Ó Senhor! Até quando durará o reino do espírito do mal? Até quando os homens caminharão entre as trevas do erro, na mentira e na falsidade? 

- Dizendo essas palavras, seu rosto transfigurou-se. Uma luz sobrenatural a envolveu e sua alma imergiu-se em Deus. Valeriano, quase apavorado, ficou mudo contemplando o êxtase de sua esposa. Sua mente iluminada de dons sobrenaturais, começava a se abrir à verdade e quando Cecília recobrou os sentidos, viu junto a si o esposo, com os olhos cheios de lágrimas. Olharam-se e os olhos da Santa leram o fundo do coração de Valeriano. Uma voz interior lhe assegurava que o esposo havia se convertido. Valeriano, envergonhado com o que havia pensado de sua esposa disse: 

- Deus de Cecília, eu creio em ti, mas faze com que eu possa ver, ao menos um instante, o Anjo que mandaste para junto de tua e minha esposa. 

- Ouvindo estas palavras, Cecília exclamou: 

- Ó Senhor, meu amado! Sê para sempre louvado e eternamente glorificado por teus Anjos! Donde me vem tantas graças? Sê bem vindo em tua serva que humildemente adora os desígnios misteriosos de tua providência! E voltando-se para Valeriano, disse: 

- Agora, não percamos tempo. Verás meu Anjo, sim! Antes, porém, deves tornar-te digno disso pelo Batismo. Vai e procura na Via Ápia a aldeia de Triopio. Lá encontrarás alguns pobres. Diga a eles que vais em meu nome e que procuras pelo Pontífice Urbano. Serás, então, conduzido até Papa que te acolherá com grande afabilidade e te ensinará as verdades de nossa fé. Depois, volta e verás o Anjo de Deus que me acompanha. 

Com um manto, Valeriano, cobriu as vestes nupciais que ainda usava e encaminhou-se para o lugar indicado. Enquanto podia vê-lo, Cecília acompanhou-o com o olhar. Depois retirou-se, continuando suas preces que deveriam levar seu jovem esposo à conversão. Batismo nas Catacumbas Chegando à aldeia de Triopio, Valeriano encontrou-se com os pobres indicados por Cecília. Eles o conduziram pelo labirinto das catacumbas até chegar ao lugar onde estava o santo Pontífice Urbano, que vivia escondido no Cemitério de São Calixto, junto aos sepulcros dos mártires, depois de escapar da perseguição movida contra ele por causa de sua fé católica. Valeriano foi recebido por Urbano que, juntando as mãos, assim rezou: - Senhor, meu Jesus Cristo, tu que inspiras as castas resoluções, recebe agora o fruto da semente divina plantada no coração de Cecília! Por ela, seu esposo Valeriano tornou-se teu servo e abriu os olhos à verdade divina. Agora, ele te reconhece por seu Criador e renuncia, para sempre, o demônio, suas pompas e suas obras. Ele tem firme propósito de Vos adorar e Vos servir por toda a vida. Está pronto a defender com o próprio sangue a Fé que professa. 

Depois de assim rezar, começou a instruir o jovem catecúmeno sobre os principais mistérios da Fé: a Unidade e Trindade de Deus, a Encarnação, Paixão e Morte de Nosso Senhor Jesus Cristo. Santa Cecília é conhecida no mundo inteiro como padroeira dos músicos Enquanto Urbano falava dos augustos mistérios, subitamente, apareceu uma luz brilhante junto deles. 

No meio dela estava a figura de um respeitável ancião que trazia nas mãos um livro escrito com letras de ouro. Era o Apóstolo São Paulo que dizia a Valeriano: 

- Lê e crê. Só então merecerás ser purificado nas águas do batismo e, então, contemplar o Anjo de que te falou Cecília. 

- Valeriano leu: - Um só Senhor, uma só fé, um só Deus, Pai de todos, superior a todos, que está em todas as coisas, especialmente em todos nós. 

- Crês em tudo isto? Perguntou o Apóstolo. - Sim, creio! , Responde Valeriano. Após essa profissão de fé, Paulo desapareceu. Urbano tomou a água e derramando-a sobre a cabeça do neófito, dizendo: - Valeriano, eu te batizo, em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Vestindo-o depois com uma túnica branca, despediu-se dizendo: - Vai e mostra-te a Cecília, que completará a obra por Deus reservada para ti. 

A Promessa do Anjo 


Valeriano partiu com a alma serena e a paz no coração. Chegando em casa, encontrou Cecília de joelhos, em oração. Junto dela estava o Anjo do Senhor. Tinha nas mãos duas coroas de rosas e lírios. O Anjo que guardava a virgem colocou as sobre as cabeças dos esposos e lhes disse: - Conservai essas coroas com a pureza de vossos corações e santidade de vossos corpos. Tu, Valeriano, por teres compreendido as puras aspirações de Cecília, serás ouvido, qualquer que seja a graça que pedires a Deus. - Oh! Anjo bendito, um só será meu pedido: suplicar a Cristo que salve também meu irmão e nos torne ambos perfeitos cristãos e que confessemos seu Santo nome. - Não só teu irmão vai converter-se, como também ambos, junto com Cecília, serão martirizados e acolhidos no Céu. 



Livres da escravidão dos sentidos, Cecília e Valeriano inflamaram-se no amor de Deus. O vínculo que os ligava era fonte de entusiasmo para muitos de sua estirpe. Tibúrcio, fruto do apostolado de Cecília floresceu e tornou-se exemplo de vida para os seus companheiros de corte. Tais exemplos ainda gerariam muitos outros filhos para a Igreja Católica nascente. Muitas almas ainda foram por isso atraídas para Jesus Cristo. Tal testemunho de Fé e apostolado não poderia deixar de ser notado pelo ódio dos pagãos que se encontravam petrificados no mal. Sobre Cecília, Valério e Tibúrcio, logo caíram o ódio e a perseguição dos pagãos. Foram terríveis. Confirmaram, porém, o que já lhes tinha sido predito: os três receberiam a palma do martírio e logo voariam para Deus.

O exemplo de Valeriano, é imitado posteriormente por seu irmão Tibúrcio. Ambos, juntamente com Máximo, convertido por eles, são martirizados em Roma sob o governo do prefeito Túrcio Almáquio.

Pouco depois também Cecília é citada ao tribunal de Almáquio, por ser cristã.
Almáquio é um prefeito poderoso da Roma antiga. Mas, ele está inseguro, tem dúvidas... Santa Cecília desde cedo converteu-se ao cristianismo, assistia diariamente a Santa Missa, era dotada de um enorme dom para música. - Como executar essa jovem cristã? Ela não pode morrer pela espada... Seria perigoso. Será que... De repente, bruscamente, o prefeito ordena que a jovem seja levada até o palácio imperial. 

Ele decidiu: - Cecilia será morta no calidário. 

Ela será colocada numa sala asfixiante, totalmente fechada, abafada com vapores quentes e pestilentos. Cecília foi deixada lá, sozinha. Em seu rosto, porém, não se via marcas de abatimento e tristeza. Parecia ter a alma cheia de alegria. Pedia, continuamente, que Deus a levasse logo para o Céu. A tal ponto Cecília tinha seu pensamento posto em Deus que nem percebeu que seu suplício já tinha sido iniciado. 

Ela foi castigada no calidário ao longo de um dia e uma noite. Tudo isso foi inútil. Quando os carrascos abriram a câmara de tortura com a certeza de poderem retirar de seu interior o cadáver de Cecília, encontraram-na ajoelhada, sorridente e circundada de ar puro e fresco. Cheios de temor, apavorados, eles correram até Almáquio para contar-lhe o que acontecera. 

Ouvindo a narração dos algozes, o prefeito ficou hirto, petrificado. Tomado de ódio e furor insano, ordenou que um guarda decapitasse imediatamente a jovem, na mesma sala em que estava sendo torturada. Cecília sorriu de alegria quando apareceu diante dela o novo carrasco. 

Ajoelhou-se e espontaneamente apresentou o pescoço a ele. Era uma audácia. Uma tão inesperada ousadia que o homem sentiu-se abalado e faltou-lhe coragem para executar a sentença. 



Para não parecer fraco, conteve seu medo e, desesperadamente, por três vezes, golpeou o pescoço da valente virgem cristã. Cecília caiu. Seus braços estavam cruzados sobre o peito. Sua cabeça, inexplicavelmente, continuava unida ao corpo. A lei romana proibia insistir no suplício depois do terceiro golpe. Sem saber o que fazer, o carrasco jogou a espada no chão e fugiu apavorado. A multidão que aguardava os acontecimentos do lado de fora da sala de suplicio avançou porta adentro afim de venerar aquela que seria a mais nova mártir cristã. O martírio de Santa Cecília Todos ficaram pasmos: Cecília ainda vivia! Estava caída sobre seu lado direito e seu pescoço apresentava um ferimento profundo de onde ainda corria sangue. As donzelas mais íntimas da Santa, com todo respeito, colheram em panos de linho branco o sangue escorrido.




Outros cristãos apressaram-se para comunicar o fato ao Papa. Inúmeras dificuldades fizeram com que o Sumo Pontífice Urbano só pudesse chegar ali depois de três dias. Continuando na mesma posição, Cecília aproveitava o tempo de vida que tinha para anunciar e testemunhar a verdade do Evangelho para os que dela se aproximavam. Vários pagãos foram tocados pela graça e se converteram. Finalmente o Papa Urbano chegou trazendo para a mártir os últimos confortos e os sacramentos da Igreja Católica. Não dá para descrever o fervor de Cecília ao receber a Unção dos enfermos e comungar pela última vez! Ela que amava tanto a Jesus e que a Ele entregara sua vida, contemplava e adorava o Salvador em seu coração. A determinado momento fez um sinal pedindo ao Pontífice que se aproximasse dela e disse-lhe: - Santo Padre, peço poder manifestar minha última vontade: Desejo que minha casa se transforme em um templo do Deus verdadeiro... Ela já não tinha mais forças para falar. Voltou-se, então, para os que lá estavam e mostrou-lhes o polegar de uma mão e três dedos da outra. Foi o último gesto de sua vida. Com ele Cecília confessava publicamente sua Fé: Deus é Uno e Trino. Creio na Unidade e Trindade de Deus. Ainda tentou envolver-se com suas vestes, estendeu os braços junto ao corpo, inclinou a cabeça e expirou. O corpo de Cecília foi piedosamente depositado em um caixão e conduzido até a catacumba de São Calixto. O próprio Pontífice Urbano colocou o esquife junto ao túmulo dos Papas e fechou-o com uma pedra de mármore. Era o ano 232. Esta é a história de Cecília, nobre, esposa, virgem e mártir. Uma donzela frágil que a fortaleza de sua Fé fez abalar os poderosos do Império Romano e cujo sangue, foi verdadeiramente, "semente de novos cristãos".



O seu corpo foi enterrado nas catacumbas romanas. Mais tarde, devido às sucessivas invasões ocorridas em Roma, as relíquias de vários mártires sepultadas lá foram trasladadas para inúmeras igrejas. As suas, entretanto, permaneceram perdidas naquelas ruínas por muitos séculos. Mas no terreno do seu antigo palácio foi construída a igreja de Santa Cecília, onde era celebrada a sua memória no dia 22 de novembro já no século VI. 

Entre os anos 817 e 824, o papa Pascoal I teve uma visão de santa Cecília e o seu caixão foi encontrado e aberto. E constatou-se, então, que seu corpo permanecera intacto. Depois, foi fechado e colocado numa urna de mármore sob o altar daquela igreja dedicada a ela. Outros séculos se passaram. Em 1559, o cardeal Sfondrati ordenou nova abertura do esquife e viu-se que o corpo permanecia da mesma forma. 



A devoção à sua santidade avançou pelos séculos sempre acompanhada de incontáveis milagres. Santa Cecília é uma das mais veneradas pelos fiéis cristãos, do Ocidente e do Oriente, na sua tradicional festa do dia 22 de novembro. O seu nome vem citado no cânon da missa e desde o século XV é celebrada como padroeira da música e do canto sacro.


Jacareí, 20 de maio de 2007

Mensagem de Santa Cecília comunicada ao vidente Marcos Tadeu


"-Marcos, Eu sou CECÍLIA, serva de DEUS... Serva de MARIA... Serva de SANTA ANA... Serva do ESPÍRITO SANTO... 

Eu sou a serva dos servos do SENHOR e venho hoje também para vos abençoar e para vos dizer: 

-Sede fiéis!... Sede santos!... Cumprí e obedecei todas as Mensagens que aqui vos foram dadas para que possais ser dignos e merecer a vida eterna...

Vede... Vede irmãos meus... O quanto é grande a recompensa do SENHOR pelo curto tempo de vida nesta terra em que a fé é provada, em que o AMOR é provado...

Se vós fordes fiéis a DEUS, se vós amardes a DEUS com o Coração puro e sincero pelo pequeno espaço desta vida! Vós merecereis uma coroa incorruptível que jamais vos será roubada nem pelo demônio, nem pelo mundo, nem pela carne humana , nem por nada... 
A vossa coroa já está sendo preparada no céu! Cuidai de não perdê-la pelo pecado... cuidai de não perdê-la pela desobediência a Mãe de DEUS.
NÃO VEDES QUE A DESOBEDIÊNCIA A MÃE DE DEUS NAS SUAS APARIÇÕES ATUAIS É O CÂNCER DO MUNDO??? E QUE TODOS OS CASTIGOS E MALES ATUAIS SÃO CONSEQÜÊNCIAS DESTA DESOBEDIÊNCIA, QUE JÁ VEM DESDE 180 ANOS ATRÁS AGRAVANDO E CRESCENDO MAIS???

Até quando continuareis a maltratar e a fazer sofrer assim a MÃE de DEUS? Será que até vós os que se dizeis filhos dEla e que dizeis que Ela é vossa MÃE... Será que até vós repetireis o pecado dos maus e torturareis ainda mais a MÃE do nosso SENHOR? 

Será que nem mesmo vós vos compadecereis e tereis piedade dEla? Oh não! Que comece de vós a grande conversão!... Que comece de vós a grande transformação!... 
Transformai-vos em ANJOS ... Obedientes, dóceis e santos que A amam que A louvam que A querem que A obedecem que A agradam... Que Lhe dão contentamento e satisfação!
Eu estou aqui convosco para ajudar-vos nesta santa tarefa que não é fácil!... Mas com a Minha ajuda e a de todos os Santos que aqui já vieram e que estão no CÉU, será possível para vós! SERÁ POSSÍVEL....

EU VOS GARANTO... QUE TODO AQUELE QUE OBEDECER ÀS MENSAGENS DA MÃE DE DEUS NÃO PERECERÁ! OH NÃO! NÃO PERECERÁ! NÃO PERECERÁ ...

Eu vos digo, se houvessem Aparições dEla na época em que EU vivi ... Naquela época do império romano, todos teriam se convertido mais depressa e o mundo teria sido um paraíso, oh sim... Mas nosso SENHOR tem seus desígnios e ELE reservou para este tempo as Aparições multiplicadas da VIRGEM SANTÍSSIMA na terra... E vós... Que frutos apresentais??? E vós... 
Que frutos destes até agora? 
Correspondestes a tanto amor? 
Correspondestes a tanta graça? 
Correspondestes a tanta benevolência do Altíssimo e da Mãe de DEUS por vós? 

Se não, falta pouco tempo.. ainda resta um tempo... Regressai... Voltai... Transformai-vos e daí os frutos das Mensagens da Mãe de DEUS ... Dos SAGRADOS CORAÇÕES...

Com estes frutos muitas almas se salvarão e se saciarão da fome espiritual que sentem e então viverão... Pois o fruto destas Mensagens não acaba nesta vida mais dura para vida eterna.
Oh sim! Se vós derdes desses frutos bem depressa o ‘Reino de MARIA’virá ao mundo e logo depois dele o ‘Reino de JESUS’. 

Eu estarei convosco, eu abençoarei a vossa voz... Eu sou a ‘Protetora da Voz’! Eu abençoarei a vossa voz para que ela seja completamente ungida pelo ESPÍRITO SANTO e as almas não poderão resistir as vossas palavras repletas de unção quando vos anunciardes não as vossas Mensagens , As Mensagens da MÃE de DEUS, dos SAGRADOS CORAÇÕES. 

EIS PORQUE A PREGAÇÃO NÃO TEM EFEITO, OS HOMENS PREGAM A SUA OPINIÃO, A SUA BONDADE, NÃO PREGAM A PALAVRA DA MÃE DE DEUS. SE ISSO FOSSE FEITO, O MUNDO JÁ ESTARIA EM GRANDE SANTIDADE. 

Mas ainda é tempo! Saí! Combatei apóstolos da luz! Levai a todos a luz do CORAÇÃO IMACULADO de MARIA para que então as trevas sejam vencidas pela luz e triunfe o CORAÇÃO DE MARIA, o CORAÇÃO DE JESUS, o CORAÇÃO DE JOSÉ, o CORAÇÃO DE DEUS...
Estou convosco sempre! Rezai-me! Falai comigo! chamai-me nos momentos de dúvida e sofrimento e Eu vos esclarecerei e vos digo: quem se entregar a mim, quem der a mão para mim não cairá e mesmo se cair não ficará caído. Há de levantar-se! Há de continuar a corrida e há de alcançar o prêmio da vitória...

A todos dou a PAZ... A PAZ Marcos ... Amo-te... A PAZ... Fica em Mim, descansa no Meu AMOR... A PAZ..."

RETUMBANTE RESULTADO DA ANÁLISE DA SAGRADA FACE DE NOSSA SENHORA RAINHA E MENSAGEIRA DA PAZ FEITA PELA SRA. RAFFAELLA BOMPIANNI- MARIA SANTÍSSIMA E JESUS NA HÓSTIA CONSAGRADA VIVOS NA FOTO!!!!!!!!

REDE SOCIAL, TV E RÁDIO


RETUMBANTE RESULTADO DA ANÁLISE DA SAGRADA FACE DE NOSSA SENHORA RAINHA E MENSAGEIRA DA PAZ FEITA PELA SRA. RAFFAELLA BOMPIANNI- MARIA SANTÍSSIMA E JESUS NA HÓSTIA CONSAGRADA VIVOS NA FOTO!!!!!!!!


FOTO N.1: FOTO ORIGINAL DA SAGRADA FACE DE NOSSA SENHORA NA APARIÇÃO DE NOSSA SENHORA DO DIA 15 DE NOVEMBRO DE 1994. ELA SE APRESENTA SORRINDO COM UMA ROSA VERMELHA E UMA HÓSTIA. EM VOLTA DA SUA CABEÇA, EXISTEM DOIS FOCOS DE LUZ DISTANTES ENTRE SI. 




FOTO N.2: FORAM ELIMINADAS AS ALTAS LUZES ( OU LUZES MAIS FORTES), RESSALTANDO COM MAIS DEFINIÇÃO OS DETALHES DA SAGRADA FACE. OS PONTOS DE LUZ TAMBÉM ESTÃO MAIS FOCADOS. 





FOTO N.3: ANÁLISE DA RADIAÇÃO INFRAVERMELHA: NESTA ANÁLISE APARECEM SOMENTE CORPOS E LUZES A ALTAS TEMPERATURAS. TODA A SAGRADA FACE ESTÁ ILUMINADA E TEM ALTA TEMPERATURA COMO DE UM CORPO VIVO. SEU VÉU TAMBÉM ESTÁ ILUMINADO PELAS LUZINHAS. 
AS LUZINHAS QUE ESTÃO COMO QUE COROANDO A CABEÇA DE NOSSA SENHORA PARECEM SER ESTRELAS PAIRANDO NO AR. ELAS TEM ALTA TEMPERATURA. ESTES PONTOS DE LUZ ILUMINAM FORTEMENTE TODO O ROSTO E O VÉU, E ESTÃO MUITO PRÓXIMAS DA CABEÇA, FORMANDO VÁRIAS SOMBRAS QUE PODEM SER VISTAS: - NO VÉU DE NOSSA SENHORA E NAS SUAS DOBRAS. - AS SOBRANCELHAS FAZEM SOMBRA NOS OLHOS. - EM BAIXO DO NARIZ. - O LÁBIO SUPERIOR TAMBÉM SOMBREIA O LÁBIO INFERIOR. - A SAGRADA FACE DE NOSSA SENHORA TEM AS MAÇÃS DO ROSTO (ACIMA DAS BOCHECHAS) SALIENTES, O QUE FAZ COM QUE SE FORME UMA SOMBRA NA PARTE INFERIOR DO ROSTO. - NO LADO SUPERIOR DIREITO DA FOTO PODE-SE NOTAR UMA PARTE DO VÉU ILUMINADO. PROVAVELMENTE ALI ENCONTRA-SE TAMBÉM UMA TERCEIRA LUZ (OU ESTRELA), QUE O ILUMINA. 
OBSERVA-SE TAMBÉM UM PONTO DE LUZ QUENTE ACIMA DO SEU LÁBIO. TEM-SE A IMPRESSÃO DE QUE É UMA LÁGRIMA. 
A HÓSTIA TAMBÉM SAIU NA ANÁLISE DA RADIAÇÃO INFRAVERMELHA. ELA TAMBÉM TEM ALTA TEMPERATURA (É JESUS EUCARÍSTICO VIVO QUE NOSSA SENHORA DEU EM COMUNHÃO AO VIDENTE MARCOS TADEU). OU SEJA, TODOS OS CORPOS E LUZES AQUI ANALISADOS SÃO CORPOS COM ALTAS TEMPERATURAS. UM CORPO A ALTA TEMPERATURA É UM CORPO VIVO. VALE LEMBRAR QUE SE FOSSEM LUZES NORMAIS DO ESPECTRO DE LUZ QUE CONHECEMOS, ELAS NÃO TERIAM APRESENTADO RESULTADO NENHUM, LUZ NENHUMA NESTA ANÁLISE. PORTANTO A FOTO MILAGROSA É REALMENTE A SAGRADA FACE DA VIRGEM MARIA QUE APARECE PARA O VIDENTE MARCOS TADEU.









ANÁLISE DE COMPARAÇÃO DAS SAGRADAS FACES DE NOSSA SENHORA RAINHA E MENSAGEIRA DA PAZ DE JACAREÍ E DA IMAGEM DA TILMA DE NOSSA SENHORA EM GUADALUPE: 
AS DUAS FOTOS PARECEM DE UMA MENINA DE MAIS OU MENOS 25 ANOS DE IDADE. A DIVISÃO DOS CABELOS NO CENTRO DA CABEÇA É O MESMO, ASSIM COMO O TIPO DE CABELO LISO/ONDULADO COM CORES ESCURAS MUITO PARECIDAS. O TAMANHO DA FRONTE É O MESMO. SÃO IGUAIS AS SOBRANCELHAS FINAS, O PERFIL PERFEITO DO SEU NARIZ, O PERFIL DA MAÇÃ DO ROSTO (OU BOCHECHA) TAMBÉM SÃO IGUAIS. NA FOTO DE JACAREÍ OS LÁBIOS DE NOSSA SENHORA ESTÃO SORRINDO. O LÁBIO SUPERIOR FAZ SOMBRA NO LÁBIO INFERIOR, NÃO PODENDO-SE VER PERFEITAMENTE O CONTORNO DA BOCA. NA FOTO DE GUADALUPE ELA SORRI MUITO LEVEMENTE. MAS O TAMANHO DA BOCA DE AMBAS AS FOTOS É MUITO PARECIDO. O OLHAR DAS DUAS IMAGENS ESTÁ DIRECIONADO A ALGUÉM MAIS ABAIXO DELA, MAS OS DOIS TRANSMITEM DOCILIDADE, ATENÇÃO E TERNURA. EM GERAL, O TAMANHO DO ROSTO EM ALTURA (DO ALTO DA FRONTE ATÉ O QUEIXO ), E EM LARGURA ( DE LADO A LADO DO ROSTO) É O MESMO E PODEMOS DIZER QUE SE TRATA DA MESMA PESSOA. OU SEJA, QUE NOSSA SENHORA RAINHA E MENSAGEIRA DA PAZ QUE APARECE NOS NOSSOS DIAS EM JACAREÍ AO VIDENTE MARCOS TADEU É A MESMA SENHORA QUE APARECEU EM GUADALUPE EM 1531 AO ÍNDIO JUAN DIEGO.


JACAREÍ, 19 DE NOVEMBRO DE 2017 MENSAGEM DE NOSSA SENHORA AO VIDENTE MARCOS TADEU

REDE SOCIAL, TV E RÁDIO

Resultado de imagem para MARCOS TADEU APARIÇÃO
JACAREÍ, 19 DE NOVEMBRO DE 2017

(Maria Santíssima): “Querido filho Marcos, conforme já te disse: Você está sofrendo grandes provações, está passando por grandes sofrimentos para redimir os pecados do mundo... dos pecadores do mundo e para expiar os pecados que eles cometeram contra Deus. Você está sofrendo para salvar almas!
Você ainda terá que sofrer muito filho Meu, mas é necessário que você seja corajoso. É preciso mais sofrimento para salvar almas, pois não há ainda nem 1/3 da humanidade convertido e verdadeiramente santificado e por isso os Meus Planos Maternos, os Meus Segredos não podem realizar-se.
É preciso mais sofrimento oferecido com oração para que se salve pelo menos 1/3 da humanidade. Você tem que continuar em frente fazendo os Terços da Misericórdia Meditados que tanto agradam ao Coração do Meu Filho Jesus, que tanto aplacam a Ira do Pai Eterno ofendido pela ingratidão e pelos pecados dos Seus filhos tresloucados.
É preciso que você continue fazendo os Meus Rosários Meditados, as Horas Santas, caso contrário, o fogo do Céu que Eu profetizei em Akita vai cair e grande parte da humanidade será destruída.
O que detém o fogo do Céu é você com os Terços Meditados, os Rosários Meditados, as Horas Santas, os Filmes que você faz para Mim Meu filho.
Este Filme da Vida da Minha Filha Santa Rita é maravilhoso, quanto ele agradou ao Meu filho Jesus quando você o fez. Quantas almas ao conhecerem a vida e o exemplo de perseverança, paciência, fortaleza e amor da Minha filha Rita, quantas almas aceitaram com mais paciência, com mais amor seus sofrimentos. Quantas almas aprenderam que amar a Jesus é sofrer por Jesus e se decidiram a carregar a cruz de cada dia com amor oferecendo tudo a Jesus pela salvação das almas.
E isso tudo graças a você, se você não tivesse feito este filme ninguém, ninguém teria conhecido a vida dessa Minha filha, a vida verdadeira dela. Ninguém teria aprendido esse exemplo de amor, de sacrifício que é a Minha filha Rita.
Por isso filho Meu você deve continuar, se você parar então os castigos cairão sobre toda a humanidade.Vê o que o Meu inimigo desejava fazer era cansar você e assim você não fazer mais nada disso e por fim a humanidade terminar de afundar-se na apostasia, no pecado, na perdição.
Vai em frente e não tenha medo de nada porque Eu estarei com você sempre.
Fica sabendo que aquele grande sofrimento que você teve num ano novo passando o Natal e o Ano Novo de cama, sem poder sequer levantar-se para fazer a Vigília de Ano Novo que você tanto amava e tanto gostava de fazer. Sem poder também celebrar com seus familiares há 20 anos atrás, serviu para que agora Eu concedesse grandes graças ao seu pai espiritual Carlos Tadeu.
Sim, você ofereceu aquele sofrimento a Mim para que Eu o aplicasse às almas que Eu quisesse. Sem que você soubesse todo aquele sofrimento serviu para aplicar sobre o seu pai Carlos Tadeu.
Sim, e igualmente também filho, o sofrimento que você teve com o ferimento na sua perna. Sim, esse grande sofrimento que você teve por mais de um ano oferecido com tanto amor, com tanta paciência e resignação a Mim serviu para que também o seu pai Carlos Tadeu agora recebesse tantas bênçãos, tantas graças que Eu prometi, que Eu dei a ele.
Sim, você oferecia por ele sem nem mesmo saber. Sim, e principalmente o oferecimento que você fez depois que ele já era seu pai espiritual aumentou ainda mais o merecimento.
Fica sabendo filho, que nenhum dos teus sofrimentos foi em vão. O sofrimento, a dor da sua perna, as noites não dormidas, a febre, as intensas pontadas de dor, a impossibilidade de trabalhar, de descansar serviram também não só para o seu pai espiritual, mas serviram também para os Meus filhos Júnior e Fabiane Paganini.
Serviram também para a Minha filha Dani Barato, para a família dela.
Serviram também para a Minha filha Inês e Altamiro, para o Meu filho Ronaldo.
Serviram também para o Meu filho Diego.
Serviram também para a Minha filha Vera Lúcia e a sua família.
Serviram para tantos dos Meus filhos que estão aqui, para o Meu filho Oséias.
Serviu também para muitos filhos Meus que você não pode ver todos os dias, mas, que estão espiritualmente unidos e ligados a você, como por exemplo a Minha filha Renata e a Rafaela Bompiani.
Serviu para a Minha filha Denise Bostick que também espiritualmente é fruto do seu grande sofrimento, do seu padecer.
Fica portanto, sabendo filhinho, que nada que você sofre é em vão. E fica também sabendo que aquele grande sofrimento que você padeceu no mês de Julho de 1994, quando os sacerdotes queriam prender você por causa do suposto sinal que eles anunciaram que não aconteceria.
Aquele sofrimento que você suportou com tanta coragem, com tanto amor. Você subiu o monte das Aparições oferecendo a Jesus e a Mim aquele grande sofrimento. O medo da prisão que com certeza iria acontecer, pois Eu não tinha anunciado o sinal que eles propagaram.
Você passou todo aquele cenáculo oferecendo aquele grande sofrimento psicológico e interior para Mim. E aquele sofrimento serviu também para a família Fernandes, para as Minhas filhas Vânia, Terezinha, Aline, Marcela, Carol, todas elas.
Serviu também para a família da Minha filha Lazinha, serviu para a conversão da minha filha Adriana. Serviu também para o seu pai Carlos Tadeu e a família dele.
Nada é em vão, nenhum sofrimento seu foi em vão. Eles geraram conversões, geraram graças para estas almas, graças de amor, graças de paz, graças de livramento de tantos perigos. Serviu para dar a eles graças de santificação agora.
Por isso filho Meu, não desanime nunca pois nenhum sofrimento, nenhuma cruz é sem razão. Que os Meus filhos compreendam isso: Que o sofrimento aceito e oferecido com amor gera novas almas para o Céu, gera conversões, gera até mesmo novos Santos.
Fica sabendo também, que o sofrimento da sua perna serviu também para as Minhas filhas Débora, Daniela, toda a família Mugnaro. Serviram também para a Sueli Fukushima. Serviu também para a Minha filha Elisa, Elisa Hirano.
Sim, serviu para a família da Minha filha Rosa Kajikawa, para a Minha filha Darci Russo e também para todas as Minhas filhas que rezam com elas.
O sofrimento aceito e abraçado com amor transforma a alma numa Rosa Mística de Amor cujo perfume de amor se expande sobre todo o pântano da humanidade. E aonde este perfume chega faz brotar novos lírios de santidade, novas Rosas Místicas: brancas de oração, vermelhas de amor, amarelas de santidade e penitência.
Avante! Carrega a cruz corajosamente e continue oferecendo pelo teu pai, continue oferecendo por todas as almas. Muitas almas mais ainda conhecerás que foram salvas por esse sacrifício amoroso oferecido com amor.
E aos Meus filhos hoje peço, peço novamente: Vivam de Amor, sejam Amor, ofereçam sacrifícios de Amor, sofrimentos de Amor, orações de Amor para que verdadeiramente toda a humanidade se transforme num grande jardim de Rosas Místicas: de Santidade, Bondade, Pureza e Amor.
Ofereçam Meus filhos porque o Pai Eterno está saturado de tantos pecados e ingratidões da humanidade. E se não houver uma corte, um coro de almas de puro amor para Comigo e com o Meu filho Marcos oferecerem sacrifício e oração, não haverá nada mais que possa deter o grande Castigo que esta humanidade todos os dias merece e provoca.
Será um Castigo formidável, o fogo que cairá do Céu será tão forte e tão ardente que dissolverá não só a carne, mas até os ossos dos corpos.
É preciso que haja mais oração, façam os grupos de oração que Eu pedi por toda a parte Meus filhos, é a única esperança da humanidade.
Agora a Igreja terminará de mergulhar na escuridão da apostasia, da abertura e da mistura com outras seitas e religiões. O povo católico enganado pelos pastores, que deveriam defender a verdade, dizer a verdade aceitará tudo como vontade de Deus e como coisa certa.
Por isso, os lobos infernais, os demônios farão com que em muitas almas a luz da santa fé católica seja completamente obscurecida até desaparecer por completo. Só restará a fé nos cenáculos e nos grupos de oração que rezam o Meu Rosário e leem Minhas Mensagens.
Por isso filhinhos façam os cenáculos por toda a parte, para que verdadeiramente a luz da santa fé católica ainda reste pelo menos num pequeno número de almas. Será a grande calamidade que Eu anunciei à Minha filhinha Madre Mariana de Jesus Torres: corrupção e perdição total das crianças, da juventude, graças aos meios de comunicação e a educação ateia dada nas escolas, a destruição total das famílias, a destruição total até mesmo de muitas ordens religiosas e da igreja que estará completamente eclipsada como Eu anunciei em La Salette.
Somente onde as Minhas Mensagens forem vividas, onde o Meu Rosário for rezado e onde se acreditar nas Minhas Aparições somente ali é que ainda restará um pouco de fé.
Vão Meus filhos levem a Minha Luz a todos os Meus filhos e não permitam que as trevas tomem todas as coisas.
Sejam luzes a brilhar por toda a parte nem que seja a luz de uma pequena vela, já será o suficiente para impedir o triunfo das trevas.
Levem os Rosários Meditados, levem os filmes que o Meu filho Marcos faz e que são verdadeiros sóis brilhantes de santidade, perfeição, sabedoria e amor para iluminar as almas de todos os Meus filhos que ainda podem ser salvos. Eu irei com vocês, com os Meus Anjos e os ajudarei.
Sejam amor, vivam de amor, desejem o Céu, busquem o céu Meus filhos! Porque de nada adianta o homem ganhar o mundo inteiro se vier a perder a sua alma.
Desprezem os prazeres mundanos que poderão levar o corpo e a alma de vocês para o fogo do inferno. E amem a oração, as coisas celestes, a imitação dos Santos, a imitação de Mim mesma para que vocês possam um dia ser dignos do Céu!
A todos Eu abençoo com amor e peço: Continuem rezando o Meu Rosário todos os dias. A você Meu amadíssimo filhinho Marcos, o mais obediente, dedicado e amante dos Meus filhos, ao seu pai espiritual Carlos Tadeu, Meu filho amadíssimo ao qual amo e aperto ao Meu Imaculado Coração como o filho mais querido que tenho.
E a todos estes Meus filhos amados aqui que Eu amo e aos quais nunca deixo sozinhos abençoo com amor de LOURDES, de BONATE e de JACAREÍ.”

JACAREÍ 18 DE NOVEMBRO DE 2017. MENSAGEM DE NOSSA SENHORA AO VIDENTE MARCOS TADEU

REDE SOCIAL, TV E RÁDIO

Resultado de imagem para MARCOS TADEU APARIÇÃO
JACAREÍ 18 DE NOVEMBRO DE 2017. MENSAGEM DE NOSSA SENHORA


(Maria Santíssima): “Querido filho Marcos, conforme já lhe disse: Você está sofrendo dolorosos sofrimentos, dolorosos trabalhos para redimir os pecados dos pecadores, para salvar as almas deles e para expiar os pecados que eles cometeram contra Deus.
Por causa das loucuras dos pecadores um irmão inocente tem que sofrer por eles, pois é o único meio de alcançar para essas almas: misericórdia e salvação.
Não tema Meu filho, estarei sempre com você. Você ainda terá mais cruzes pesadas pela frente, Mas, assim como Eu estive junto com o Meu filho no caminho do Calvário, Eu também estarei com você. E quanto mais você sofrer mais almas você salvará e maior será a coroa de glória, de méritos que você terá no Céu.
O sofrimento aceito e oferecido generosamente salva almas, cancela castigos e atrai para o mundo, para muitas almas uma chuva abundante de graças!
Como faltam as almas generosas hoje em dia, as almas vítimas. Eu mesma disse a muitos Santos do passado que nesse século de impiedade, de pecado, maldade, afastamento de Deus e perda da fé... as almas que desejariam doar as suas vidas e até arriscar as suas vidas por amor a Deus e pela salvação das almas seriam muito poucas.
As almas que teriam a força de vencer o próprio egoísmo e renunciar a uma vida cômoda cheia de prazeres, para poder sofrer pela salvação da humanidade seriam poucas. Seriam estas almas rosas vermelhas místicas, que seriam tão raras como ouro.
Sim, não há almas vítimas capazes de aceitar os sofrimentos que Deus manda pela salvação das almas e para expiar os pecados que elas cometem todos os dias contra Deus.
Se houvessem mais almas assim quantos castigos não seriam evitados! Quantas almas não seriam salvas! Que chuva de misericórdia não desceria sobre a terra!
Mas, essas rosas místicas vermelhas generosas, capazes de renunciar a própria vontade, ao seu egoísmo e serem almas generosas capazes de sofrer e até de arriscar a própria vida pela salvação dos outros, já não existem mais.
É por isso que não há quem aplaque a Ira de Deus. E por isso que não há quem detenha mais os castigos em muitas nações. E é por isso também que tão poucas conversões acontecem, tão poucas almas santas existam hoje em dia.
Ah se houvessem mais almas como essas, para raios da Justiça Divina e imãs das bênçãos de Deus! Quanto mal não deixaria de haver na Terra, quanto bem não desceria do Céu, quanta benção não desceria sobre a Terra.
É por isso que Eu chamo as almas a renunciarem ao seu egoísmo e a doarem as suas vidas generosamente pela salvação da humanidade como o Meu filhinho Marcos, como tantas almas privilegiadas do passado fizeram. Só assim o mal poderá ser detido, satanás será esmagado mais depressa e o bem triunfará, Deus triunfará.
Eu desejo que haja muitas almas assim, pois o Coração do Meu filho Jesus está saturado de tantas ofensas, de tantas ingratidões do mundo e quer dar curso novamente à Sua Justiça. Detenham essa Justiça, oferecendo os seus sofrimentos de cada dia com amor a Deus pela salvação da humanidade, em expiação pelos pecados com que Ele é ofendido.
Sim, o que detém o fogo que cairá do Céu é o Meu filho Marcos com as suas orações, seus trabalhos, seus Rosários meditados, suas Horas Santas de oração feitas por amor a Mim e tudo o mais que ele faz e inclusive com os sofrimentos dele.
Ai do Brasil, Ai do mundo se ele não estivesse aqui oferecendo tudo isso pela a humanidade! Cabe a vocês Meus filhos, ajuda-lo com orações e sacrifícios a deter a Justiça Divina que quer castigar o mundo e diminuir o peso esmagador dos pecados que ele carrega sobre si sofrendo para expiar esses pecados.
É preciso Oração e Sacrifício, sem isso não se poderá salvar a humanidade.
Oh sim! Quão grande é o valor do sofrimento aceito e oferecido diante do Pai. Eu busco almas assim oferentes e generosas, que juntamente comigo ofereçam os seus sofrimentos diários para aplacar a Justiça do Senhor.
Desejo que aqui haja muitas rosas místicas vermelhas assim: de sacrifício. Para junto Comigo contrabalançar a Justiça Divina inflamada pelos pecados da humanidade.
Sim Meu filho, você deve se lembrar claramente daquela vez em que você esteve doente com uma grande febre, com muitas náuseas, calafrios, dores por todo o corpo e especialmente na sua cabeça. Você se lembra que você ficou internado no hospital.
Pois bem, aquele sofrimento serviu para que Eu agora concedesse graças ao seu pai espiritual Carlos Tadeu. Para que o trouxessem aqui nas Minhas Aparições e para que pudesse também uni-lo agora a você, para que através de você ele receba grandes e copiosas graças do Meu Coração e também do Senhor.
Aquele sofrimento foi por ele, aquele oferecimento serviu para ele para alcançar graças para ele e sua linhagem.
Você deve lembrar-se também do quanto você sofreu quando o seu joelho cresceu e ficou duro como uma rocha e você não podia andar. Aquele sofrimento também serviu para ele, bem como também servem para ele as suas dores de cabeça atuais, todas elas que você ofereceu para Mim serviram para conseguir para ele grandes graças do Senhor grandes graças do Meu Coração.
E não apenas para aquele Meu filho prediletíssimo, mas também para o Meu filho Eder, para o Meu filho Ricardo, para o Meu filho Silvestre, para a Minha filha Débora, para a Minha filha Gorete, para o Meu filho Reinaldo, sim serviu para eles.
Serviu também para a Minha filha Janaína Lopes, serviu também para a Minha filha Fabiana Oliveira e serve para tantas almas que você não pode imaginar.
Por todas as almas que você oferece e também por aquelas que você nem sequer conhece, mas que só no Céu descobrirá!
Fica sabendo também Meu querido filho, que essas suas dores de cabeça servem muitíssimo para aliviar o sofrimento da Minha filha Lazinha. Serve também para aliviar o sofrimento de muitos doentes que estão no hospital sem consolo. Serve para a conversão de muitos jovens transviados.
Serve também, para a libertação de muitas e muitas almas do Purgatório. Serve também para a Minha filhinha Margarida Kurosaki, para o Meu filho Matias Kurosaki e toda a sua família. Serve para espalhar o bem sobre a Terra.
Por isso, você deve continuar a oferecer.
Fica sabendo também que uma das almas mais beneficiadas pela suas dores de cabeça também é o Meu filho André Paiola. Todas as suas dores serve para ele, serve para as almas dos eleitos.
E quando esse número se completar então, finalmente, o Meu Triunfo acontecerá com poder e trará para vocês, para toda a Terra a paz, a felicidade, a renovação total.
E então, todos os homens, todas as mulheres fiéis a Deus serão felizes para sempre como os Anjos e nada, nada mais os ameaçará.
Quanto mais você sofre mais satanás perde o poder até que fique completamente aniquilado. Assim, Deus usa o sofrimento de um filho amoroso para encobrir uma multidão de pecados, perdoar os seus autores e trazer para a Terra: Paz, Paz e Paz!
É preciso rezar o Rosário, é preciso oferecer a vida e os sofrimentos a Deus pela salvação do Brasil e dos pecadores. O Brasil ainda corre perigo, o mundo ainda está à beira do precipício, os jovens e as crianças perdem-se cada vez mais graças aos meios de comunicação. Passam todo o tempo vendo coisas que só destroem as suas almas, que só enchem as suas almas de trevas e de pecados ao invés de rezar.
Ofereçam por eles para que a infância e a juventude possam ser salvas por um milagre do Amor do Espírito Santo e do Meu Coração, caso contrário o futuro da humanidade estará perdido.
Rezem ainda hoje 3 Terços do Amor para salvar mais almas!
Rezem o Terço do Amor constantemente, pois esse Terço salva muitas almas!
Eu estou com vocês nos seus sofrimentos e nunca os abandono. Tenham uma fé firme e forte como JÓ, porque vocês ainda passarão por muitas provações antes do Meu Triunfo. Mas, os heróis vencerão e serão coroados...
A todos Eu abençoo agora com amor, de FÁTIMA, de LA SALETTE e de JACAREÍ.”


(Maria Santíssima depois de tocar e abençoar os Terços): “Conforme Eu já disse: aonde quer que um desses Terços chegue, ali estarei Eu viva, levando grandes Graças do Senhor e do Meu Amor para todos os Meus filhos.
A todos Eu abençoo agora novamente e deixo a Minha Paz”.

JACAREÍ, 01 DE ABRIL DE 2017 MENSAGEM DE NOSSA SENHORA, SÃO GERALDO E SANTA LUZIA

REDE SOCIAL, TV E RÁDIO

JACAREÍ, 01 DE ABRIL DE 2017 MENSAGEM DE NOSSA SENHORA

Imagem relacionada
(Maria Santíssima): “Queridos filhos, hoje, chamo todos vocês a meditarem mais as Minhas Mensagens dadas em Bonate e a divulgarem essas Mensagens para toda a humanidade.
Bonate é a continuação de Fátima e enquanto as Mensagens que dei em Bonate não forem cumpridas e obedecidas como Deus espera, a Minha promessa feita em Fátima que o Meu Coração Imaculado triunfaria sobre satanás não poderá realizar-se.
Por isso, façam mais cenáculos divulgando a Minha Mensagem de Bonate para que verdadeiramente as almas atendam ao Meu apelo materno e assim o Meu grande plano de salvação possa realizar-se.
Meditem mais as Minhas Mensagens, leiam mais o livro Imitação de Cristo e Imitação de Maria. Façam mais horas de leitura espiritual meditando na vida dos Santos, pois assim vocês crescerão e se tornarão mais fortes na Fé.
Desejo que rezem a Hora dos Santos 12 por três dias consecutivos nesse mês de Abril.
A todos Eu abençoo com amor de Fátima, de Bonate e de Jacareí.”

(São Geraldo): “Queridos irmãos, Eu Geraldo, venho novamente do Céu hoje para dizer-vos: Rezai o Rosário, enquanto rezardes o Rosário vossa alma não estará nunca perdida, nem condenada. Se rezardes o Rosário com amor e com o coração todos os dias da vossa vida vossa alma será salva.
Praticai as virtudes, sede almas trabalhadoras, pois os preguiçosos não entrarão no Reino dos Céus. Trabalhai, trabalhai bem para Deus para dar alegria e contentamento a Ele e para também conseguirdes méritos para a vida eterna.
Trabalhai também bem para os vossos patrões neste mundo, para que vós também possais dar a ele alegria e contentamento. E mesmo com o vosso trabalho feito com amor possais ajuntar méritos para a vida eterna.
Eu sempre trabalhei bem tanto para Deus quando estava no convento, quanto para os Meus patrões quando estava no mundo e em tudo fui perfeito.
Sede perfeitos também em tudo o que fizerdes, pois é nisto que consiste a santidade.
A todos Eu abençoo com amor de Muro Lucano, de Materdomini e de Jacareí.”


(Santa Luzia): “Amados irmãos Meus, Eu, Luzia, novamente venho do Céu para abençoa-los e para dizer a vocês: Deixem as coisas mundanas, pois elas não são para vocês. Vocês foram feitos para as coisas celestes, busquem, pois o que é do Céu.
Rezem com o coração, na oração profunda feita com o coração vocês sentirão uma alegria e uma felicidade que nunca sentiram nas coisas do mundo.
Busquem a felicidade na oração e vocês a encontrarão.
Desejo que rezem o Meu Terço nº 3 por três dias consecutivos para que Eu possa dar novas graças a vocês e ensinar a vocês a verdadeira santidade que agrada a Deus.
Procurem sempre o caminho da cruz, pois é o caminho da cruz que levará vocês ao Céu. No caminho dos prazeres, das facilidades, vocês não terão méritos para a vida eterna.
Percorram, pois, o caminho da cruz com alegria com Jesus e Maria e então vocês adquirirão méritos para a vida eterna e se tornarão belos para Deus.
A todos Eu abençoo com amor de Siracusa, de Catânia e de Jacareí.”

(Marcos): “Até breve Mãezinha. Até breve Geraldo mio. Até breve Luzia.”

sábado, 18 de novembro de 2017

VISÕES DE SANTA BRIGIDA SOBRE O JULGAMENTO FINAL DE UMA ALMA

REDE SOCIAL, TV E RÁDIO


Resultado de imagem para santa brigida visoesVISÕES DE SANTA BRIGIDA SOBRE O JULGAMENTO FINAL DE UMA ALMA

JUÍZO DIVINO

O SENHOR permitiu que Santa Brígida tivesse uma Visão real de um julgamento no Tribunal de DEUS, com esse objetivo ordenou que fossem realizados todos os diálogos que normalmente são suprimidos, em face da Onisciência Divina, das virtudes e dons da MÃE DE DEUS e dos Anjos. Mas foi assim para que ela vendo e ouvindo, pudesse descrever todos os acontecimentos no Livro das Revelações, o qual foi editado por ordem DELE, para conhecimento e benefício da humanidade. São textos fortes e autênticos, alertas vivos para a alma e a vida de quem quer ser feliz aqui na Terra e alcançar o Céu.


Visão do julgamento de uma alma que o demônio fazia gravíssimas acusações; a VIRGEM MARIA a defende, sabendo ter aquela alma alcançado o Amor de DEUS no último instante de sua vida e a salva; mas a alma terá que pagar todos os seus pecados a Justiça Divina no Purgatório.

LIVRO 6 - Capítulo 29

Santa Brígida viu que se apresentou um demônio no Tribunal de DEUS, que tomava conta da alma de um defunto, que tremia com muito medo. E o demônio disse ao JUIZ: “Aqui está a presa. Teu Anjo da Guarda e eu estávamos a seguir esta alma desde o seu nascimento até a sua morte; ele para a defender, e eu para lhe fazer dano, e ambos a observávamos como caçadores. Mas ao fim ela caiu em minhas mãos, e para atingi-la sou tão ávido e impetuoso como a torrente da tempestade que cai de cima, a qual arrasta tudo, nada resiste senão algum forte fundamento, como âncora, isto é, como a TUA Justiça. Como ainda nada foi decidido neste julgamento, eu não possuo esta alma com segurança. Por outro lado, a quero com tanto empenho, como o animal que se acha esfomeado pela abstinência e que de tanta fome comeria até os seus próprios membros. E assim, considerando que é um justo JUIZ, no tocante a ela aguardo a justa sentença”.

Respondeu o JUIZ: “Porque esta alma está em suas mãos e porque te aproximastes mais dela do que o Meu Anjo”? Respondeu o demônio: “Porque seus pecados foram muito mais do que as suas boas obras”. Disse o JUIZ: “Mostra quais foram os pecados”? Argumentou o demônio: “Tenho um livro com a relação completa de seus pecados”. Inquiriu o JUIZ: “Que nome tem esse livro”? Rebateu o demônio: “Seu nome é Falta de Obediência, e nesse livro há sete divisões, como se fossem sete livros, e cada uma das divisões tem três colunas, e cada coluna tem mais de mil palavras”. Falou o JUIZ:“Diga-me os nomes destes livros, porque embora EU saiba o nome deles e o conteúdo, quero que fales, para que as pessoas conheçam a tua malícia e a Minha Bondade”. Respondeu o demônio: “O nome do primeiro livro é Soberba e nele há três colunas; o segundo livro se refere a sua Cobiça; o terceiro é sobre a Inveja; o quarto livro é sobre a sua Avareza; o quinto se refere a sua Preguiça em todos os seus aspectos; o sexto livro é a Cólera, que o fazia se irritar com muita facilidade; o sétimo livro era a sua Sexualidade”.

O JUIZ permaneceu em silêncio enquanto se aproximava a MÃE DE DEUS, que estava mais distante. Ela disse: “Quero disputar com esse demônio sobre a justiça”. JESUS falou: “Amadíssima MÃE, se não se nega a justiça ao demônio, como se poderia negá-la a Ti, que é a Minha MÃE e a SENHORA dos Anjos? Tu pode tudo e tudo sabe em MIM, mas não obstante, fala, para que os outros saibam o Amor que EU tenho por Ti”.

Em seguida a VIRGEM MARIA disse ao demônio: “Te mando, diabo, que Me respondas a três coisas, e mesmo que não queiras responder e seja o Meu pedido imposto à força, estás obrigado por justiça, porque sou tua SENHORA. Diga-ME, por ventura, tu conheces todos os pensamentos do homem”? Respondeu o demônio: “Não, fico conhecendo somente aqueles que posso julgar pelos comportamentos exteriores das pessoas e por sua disposição em praticá-las, assim como, os pensamentos que eu mesmo lhe sugiro em seu coração, pois ainda que perdi minha dignidade angélica, no entanto, pela habilidade de minha própria natureza, me ficou tanta sagacidade, que pela disposição das pessoas posso entender o estado da sua mente; mas os seus bons pensamentos não podem ser conhecidos por mim”.

NOSSA SENHORA lhe disse: “Diga-me, diabo, ainda que seja contra a sua vontade, quem é que pode apagar a escrita em teu livro”? Respondeu o demônio: “Nada pode ser apagado nos livros, a não ser o Amor de DEUS; a pessoa que tiver DEUS em seu coração, mesmo sendo um grande pecador, automaticamente se apaga em meu livro muita coisa que estava escrito a respeito dele”. A VIRGEM perguntou pela terceira vez: “Diga-me, diabo: há, por ventura, algum pecador tão imundo e tão afastado de meu FILHO que não possa alcançar o perdão enquanto vive a sua existência”? Satanás respondeu: “Ninguém é tão pecador que, si quiser, não possa alcançar a graça de DEUS enquanto vive. Sempre que alguém, por grande pecador que seja, muda a sua vontade e sua disposição ruim em boa, revela que tem o Amor de DEUS e que quer permanecer nele. Isto acontecendo, todos os demônios não são bastantes para arrancá-lo do bem e levá-lo para o mau caminho novamente”.

Então a MÃE da Misericórdia disse a todos os presentes: “Esta alma retornou a Mim, no final de sua vida, e ela Me disse”:“Vós sois a MÃE da Misericórdia e o auxílio dos infelizes. Eu sou indigno de suplicar ao Vosso FILHO, porque meus pecados são graves e muitíssimos, e de modo audacioso provoquei a ira DELE, porque amei mais os meus prazeres e o mundo que a DEUS meu CRIADOR. Por isso eu rogo, tenha misericórdia de mim. Vós que não a negais a ninguém que Lhe peça, e, portanto, me volto a Vós e prometo, que si viver, quero me corrigir e retornar por minha vontade ao Vosso FILHO e não amar nenhuma outra coisa senão a ELE. Mas, sobretudo, me pesa e me arrependo, sinto não ter feito nada para honrar o Vosso FILHO, meu CRIADOR; assim, rogo, piedosíssima SENHORA, tenha misericórdia de mim, porque a ninguém senão a Vós tenho para recorrer”. NOSSA SENHORA falou: “Com tais palavras e com este propósito esta alma veio a Mim, no final de sua vida. Eu pergunto: não devia ouvi-la? Quem, se de todo o coração e com um firme propósito de se corrigir na sua existência, fazendo uma súplica desta a outro, não merece ser ouvido? E quanto mais Eu, que sou a MÃE da Misericórdia, não devo ouvir a todos os que invocam o Meu auxílio”?

O demônio respondeu: Nada sei a respeito desse propósito; mas se é segundo dizes, prova-o com razões manifestas”. Disse a VIRGEM: “És indigno que Eu te responda, no entanto, porque isto se faz para proveito de outros, vou te contestar. Tu, miserável, falaste que nada daquilo que está escrito em teu livro pode ser apagado senão pelo Amor de DEUS”. E voltando-se para o JUIZ a VIRGEM falou: “Meu FILHO, faça que o diabo abra esse livro e leia, e veja se tudo está ali escrito por completo, ou se tem algo apagado”.

Então o JUIZ disse ao demônio: “Onde está teu livro”? Respondeu o demônio: “Em meu ventre”. O JUIZ falou: “Qual é o teu ventre”? Falou o diabo: “Minha memória, porque no ventre está toda imundice e fedor, assim em minha memória está toda perversidade e malícia, que como péssimo fedor cheira em TUA presença. Pois quando por minha soberba me afastei de TI e da TUA Luz, achei em mim toda a malícia, e se obscureceu a minha memória com respeito às coisas boas de DEUS, e ficou nesta memória escrita toda a maldade dos pecados”. Então o JUIZ lhe disse: “Te ordeno, que vejas com esmero e procures em teu livro o que está escrito e se algo foi apagado sobre os pecados desta alma, e diga publicamente”. Respondeu o demônio: “Olho o meu livro, e vejo as coisas escritas de modo diferente do que eu pensava. Vejo que foram apagados aqueles sete livros, divisões do Livro da Falta de Obediência, que eu tinha nomeado anteriormente, e nada resta deles no meu livro, senão atrevimentos e licenciosidades”.

Em seguida o JUIZ disse ao Anjo da Guarda que estava presente: “Onde estão as boas obras desta alma”? Respondeu o Anjo: “SENHOR, todas as coisas estão na VOSSA presciência e conhecimento, tanto as presentes, como as passadas e as futuras. Tudo nós conhecemos e vemos em VÓS, e VÓS em nós, nem necessitamos de enumerá-los, porque todos eles VÓS conheceis. Mas porque quereis mostrar o VOSSO Amor, o SENHOR manifesta a VOSSA vontade a quem VOS satisfaz. Desde que no princípio uniu esta alma ao corpo, eu estive sempre com ela, e tenho também escrito um livro de suas boas obras. E se quiseres ver este livro, está em VOSSO poder”.

Disse o JUIZ: “Não convém julgar senão depois de ouvir e entender o bem e o mal, a fim de que tudo seja examinado cuidadosamente, a fim de que a sentença proferida represente o equilíbrio da verdade e a justiça, seja para vida ou para a morte”.Falou o Anjo: “Meu Livro é denominado Obediência com que ele VOS obedeceu, e nele há sete colunas. A primeira é o Batismo; a segunda é sua Abstinência Jejuando, e se reprimindo das obras ilícitas, nos pecados, e até no prazer da carne e nas tentações; a terceira coluna é a Oração e o Bom Propósito que com respeito a VÓS ele teve; a quarta são os seus Bons Feitos em esmolas e outras obras de misericórdia; a quinta, é a Esperança que em VÓS ele tinha; a sexta, é a Fé que teve como cristão; e a sétima coluna, está o seu Amor a DEUS”. Ouvindo isto o JUIZ disse ao Anjo bom: “Onde está teu livro”? Ele respondeu:“Em vossa visão e amor, meu SENHOR”. Então em tom de repreensão, a VIRGEM disse ao diabo: “Como guardaste o teu livro, e como se apagou o que nele estava escrito”? E respondeu o demônio: “Ai! Ai! Porque me enganaste”.

Em seguida disse o JUIZ a sua querida MÃE: Neste particular a sentença Te foi favorável, e com justiça ganhaste essa alma”. O demônio todo nervoso e se movimentando dizia: “Perdi, e fui vencido; mas diga-me, JUIZ: Até quando tenho de ter esta alma por seus excessos e atrevimentos”? Respondeu o JUIZ: “EU te manifestarei; os livros estão abertos e lidos. Mas ME diga, diabo, ainda que EU sei de tudo, ME diga se a justiça sob esta alma deve permiti-la entrar ou não no Céu. Permito-te que agora vejas e saibas a verdade da justiça”.

E o demônio respondeu:“É a justiça em si, que se uma pessoa morrer sem pecado mortal, não tomaria as dores do inferno, e quem tem o amor de DEUS, de direito pode entrar no Céu, depois de se purificar dos seus pecados no Purgatório”.

E disse o JUIZ: “Já que te abri ao entendimento e te permiti ver a luz da verdade e da justiça, ME diga para que o ouça quem EU quero (Santa Brígida): qual deve ser a sentença desta alma”? Respondeu o demônio: “Que se purifique de tal modo, que nela não fique uma única mancha; porque ainda que por justiça ela TE foi adjudicada, com tudo, está ainda imunda, e não pode chegar a TI, senão após se purificar. E como TU, ó JUIZ, me perguntaste, agora também eu LHE pergunto: Como deve se purificar e até quando tem de estar em minhas mãos”? Respondeu o JUIZ: “Mando-te, diabo, que não entres nela, nem a absorvas em ti; mas deves purificá-la até que esteja limpa e sem mancha, pois segundo a sua culpa padecerá sua pena”.

SENTENÇA:


De três modos aquela alma pecou na visão, de três modos no ouvido e de outros três modos pecou no tato. Portanto, a alma deve ser castigada de três modos. Na visão: primeiro, deve ver e entender todos os seus pecados e abominações; segundo, deve ver toda a tua malícia; terceiro, deve ver todas as suas misérias e as terríveis penas das outras almas. Igualmente, será afligida de três modos no ouvido. Primeiro, ouvirá um horrível “ai”, porque quis ouvir o seu próprio louvor e os encantos do mundo: segundo, deve ouvir os horrorosos clamores e zombarias dos demônios: terceiro, ouvirá os opróbrios e as intoleráveis misérias, porque ouviu mais e com mais prazer os amores e os favores do mundo, do que de DEUS, e serviu com mais empenho ao mundo do que a seu DEUS.

De três modos também se afligirá no tato. Primeiro, arderá num fogo abrasadíssimo interiormente e exteriormente, de maneira que na alma não fique a menor mancha que não seja purificada pelo fogo; segundo, padecerá um imenso frio, porque ardia em sua cobiça e era frio no seu amor a DEUS; terceiro, estará nas mãos dos demônios, para que não tenha nem o menor pensamento nem a mais leve palavra que não seja purificada, até que fique como o ouro, que se apura no crisol e na forja, conforme a vontade de seu dono.

Então perguntou o demônio: “Até quando estará esta alma nesta pena”? Respondeu o JUIZ: “Posto que sua vontade fosse viver no mundo, e era tão grande o seu desejo, que por sua própria vontade teria permanecido vivendo no corpo até o final dos tempos, esta pena vai durar até o fim do mundo. A Minha Justiça é que todo aquele que tem o Amor de DEUS, e com todo empenho ME deseja e aspira estar Comigo, separando-se do mundo, este sim, a pena dele deve lhe propiciar o Céu, porque as provas e dificuldades da vida presente serão a sua purificação. Mas o que teme a morte por causa dos pecados e com medo da intensa pena futura que poderia receber, e se quiser ter mais tempo para se emendar, este deve ter uma pena leve no Purgatório. Mas aquele que se esquecendo de MIM, deseja viver até o dia do Juízo, ainda que não peque mortalmente, contudo, pelo imenso desejo de viver que tem, deverá ter uma pena perpétua até o Dia do Juízo”.

Então disse a piedosíssima VIRGEM MARIA: “Bendito seja, Meu FILHO, por TUA Justiça que é plena de Misericórdia. Ainda que nós o vejamos e saibamos tudo em TI, diga-me, para a inteligência e conhecimento das pessoas, que providência se deve tomar para diminuir tão longo tempo de pena, e qual seria o caminho a seguir para se evitar um fogo tão cruel, e como também poderá esta alma se livrar das mãos dos demônios”. Respondeu o FILHO: “Nada Te posso negar, porque és a MÃE da Misericórdia, e a todos proporciona e procura dar consolo e misericórdia”.

“Três coisas existem e que fazem diminuir tão grande tempo de pena, e que apaga aquele fogo terrível, e também livra a alma das mãos do demônio. A primeira é, se alguém devolve o que ele injustamente tomou (roubou) ou arrancou de outros, ou está obrigado a lhes devolver conforme decisão da justiça e não devolveu; isto porque, a alma deve se purgar, ou pelas súplicas dos Santos, ou pelas esmolas e boas obras dos amigos, ou por uma suficiente e necessária purificação. O segundo, (para compensar a usura da pessoa que tem posse) é uma esmola vultosa, pois através dela se apaga o pecado, como com a água se apaga a sede. O terceiro é a oferenda de Meu Corpo feita por ele no altar (Celebrações de Santas Missas, Confissão Sacramental, Sagrada Comunhão), e as súplicas de Meus amigos”.

“Estas três coisas são as que libertarão a alma daquelas três penas”. Então disse a MÃE da Misericórdia: E de que lhe servem agora as boas obras que por TI ela fez”? Respondeu o FILHO: “Não perguntas, porque o ignores, pois tudo o sabes e vês em MIM, perguntas para ser mostrado aos outros o Meu Amor. Na verdade, a mais insignificante palavra não ficará sem remuneração, também, nem o mais ligeiro pensamento que teve em Minha honra; pois tudo quanto fez por MIM, agora está diante dela e dentro de sua pena, para lhe servir de refrigério e consolo, sentindo menos ardor do que sofreria de outro modo”.NOSSA SENHORA perguntou ao seu FILHO: “Por que essa alma está imóvel, como quem não move mãos nem pés contra o seu inimigo e não obstante ela vive”?

O JUIZ respondeu: “De MIM escreveu o Profeta, que fui como um cordeiro emudecido diante de quem o tosquiava; e na verdade, EU emudeci diante de Meus inimigos. Portanto, é justiça, que essa alma por não ter tido interesse pela Minha morte e por tê-la considerado sem importância, esteja agora como o menino que nas mãos dos homicidas não fala, permanece em silêncio”. Disse a MÃE: “Bendito seja, meu dulcíssimo FILHO, que nada faz sem justiça. Tu disseste Meu FILHO, que esta alma podia ser socorrida pelos seus amigos e pela Igreja (onde rezam TEUS amigos e as pessoas de fé) , e por outro lado, bem sabes que ela me serviu de três modos. Primeiro, com a abstinência, pois jejuava nas vigílias das Minhas Festividades e nelas ela se abstinha em meu nome; segundo, porque lia o Meu Ofício; e terceiro, porque cantava em minha homenagem. E assim, Meu FILHO, já que ouves a TEUS amigos que falam e cantam o TEU Nome na Terra, TE rogo que também TE dignes Me ouvir”.

Respondeu o FILHO: Sempre se ouvem com a maior benevolência as súplicas das pessoas prediletas de algum Santo; e como Tu és o que EU mais amo sobre todas as coisas, pede quanto queiras, e Lhe será dado”. Disse a MÃE: “Esta alma padece três penas na visão, três no olvido e três no tato. TE suplico, pois, Meu FILHO Amadíssimo, que lhe diminua uma pena na visão, para que não veja os horríveis demônios, ainda que sofra as outras penas, porque TUA Justiça assim o exige, conforme a Justiça de TUA Misericórdia, a qual não Me oponho. TE suplico, em segundo lugar, que no ouvido diminua uma pena, para que não ouça sua desonra e confusão. Por último, TE rogo que no tato lhe tires uma pena, para que não sinta esse frio maior que o gelo, o qual o merece ter, porque era frio em teu amor”. Respondeu o FILHO: “Bendita seja, Amadíssima MÃE, a ti nada se pode negar: faça-se a Tua vontade, e seja, conforme o Teu pedido”. NOSSA SENHORA respondeu: “Bendito seja TU, Meu Dulcíssimo FILHO, pela imensidão de TEU Amor e Misericórdia”.

Naquele instante apareceu um Santo com grande acompanhamento, e disse: “Louvado seja, SENHOR, nosso DEUS, CRIADOR e JUIZ de todos. Esta alma em vida, foi minha devota, jejuou em minha honra, e me louvou fazendo súplicas, da mesma maneira que a estes amigos Vossos que se acham presentes. Assim, pois, suplico por eles e por mim, que tenhais compaixão com esta alma, e por nossas súplicas LHE deis o descanso e uma boa pena, e que os demônios não tenham poder para obscurecer a sua consciência; pois se não lhes contém a fúria, eles irão obscurecê-la de tal modo, que nunca essa alma conseguiria esperar o termo de seu infortúnio e atingir a glória, senão quando fosse TUA Vontade de olhar especialmente para ela com TUA graça. Portanto, piedosíssimo SENHOR, concede-lhe por nossas súplicas, que em qualquer pena que ela receber, saiba positivamente que acabando a pena, conseguirá então, alcançar a glória perpétua”.

Respondeu o JUIZ: “Assim o exige a verdadeira justiça, porque esta alma afastou muitas vezes sua consciência dos pensamentos espirituais e do entendimento das coisas eternas, e quis obscurecer sua consciência, sem temer trabalhar contra MIM, e, portanto, justo é, repito, que os demônios obscureçam a sua consciência. Mas porque vós, Meus amadíssimos amigos, ouvistes as Minhas palavras e as colocastes em obra, não se deve negar nada a vos, e assim farei o que pedis”. Então responderam todos os Santos:“Bendito seja, DEUS, em toda a VOSSA Justiça, que julga justamente, e não deixa nada sem castigo”.

Em seguida, o Anjo da Guarda daquela alma, disse ao JUIZ: “Desde o princípio da união desta alma com o seu corpo, eu estive com ela, e a acompanhei por providência do VOSSO Amor, e ela, algumas vezes fazia a minha vontade. Por isso rogo SENHOR meu DEUS, tenha compaixão dela”. Respondeu o SENHOR: "Sim, está bem; mas a respeito disto, queremos deliberar”. Então, disse Santa Brígida, a visão desapareceu.

EXPLICAÇÃO

Esta alma foi de um senhor bondoso e amigo dos pobres, ele e a esposa deram esmolas de vultosas quantias. Ela faleceu em Roma, como tinha anunciado o ESPÍRITO DE DEUS, por meio de Santa Brígida, a quem disse: “Tem entendido que essa senhora regressará a sua pátria, mas não morrerá ali”. E assim foi, ela regressou a Suécia e na segunda vez que viajou a Roma, ela morreu e lá foi sepultada.

Continuação da admirável revelação acima. DEUS glorificou a alma que se apresentou em Juízo; e também, uma breve idéia da imensa glória dos Santos.

LIVRO 6 - Capítulo 30

Quatro anos depois do que foi dito na revelação anterior, Santa Brígida viu um jovem resplandecente em companhia da mencionada alma, a qual estava vestida, ainda não com toda a roupa. E o jovem disse ao JUIZ, que estava sentado no trono, ao redor do qual estavam milhares e milhares de Anjos, e todos O adoravam por Sua paciência e Amor: “Ó JUIZ, esta é a alma por quem eu pedia, e VOS me respondeu que queria deliberar a respeito, mas agora, todos nós presentes, voltamos a implorar a VOSSA Misericórdia em favor dela. E ainda que todos nós conhecemos o VOSSO Amor, não obstante, por esta VOSSA Esposa(Santa Brígida) que ouve e olha tudo isto numa visão, falamos ao estilo dos homens, ainda que as coisas humanas não tenham nenhuma conexão conosco”.

Respondeu o JUIZ: “Se de uma carroça cheia de espigas de trigo muitos homens, uns depois de outros, pegassem cada qual uma espiga, ir-se-ia diminuindo o número destas espigas; igualmente sucede agora, porque vieram a MIM em favor dessa alma muitas lágrimas e obras de amor; e por tanto, cumprida a justiça, leva-a ao descanso, que nem os olhos podem ver, nem os ouvidos podem ouvir, e que nem essa mesma alma podia pensar quando estava no corpo; descanso onde não há Céu acima nem Terra abaixo, cuja altura não se pode calcular, e cuja longitude é incalculável; onde é admirável a largura, e incompreensível a profundidade; onde está DEUS sobre todas as coisas, fora e dentro, regendo tudo, e tudo o contém, e não está contido em nada”.

Viu-se em seguida, aquela alma subir ao Céu, tão brilhante como uma estrela muito resplandecente toda envolta em esplendor. E então disse o JUIZ, o SENHOR JESUS: “Logo chegará o tempo em que EU vou pronunciar a Minha sentença e fazer justiça contra os descendentes do defunto desta alma, pois como esta geração vive cultivando o orgulho e a soberba quando subir ao Tribunal da Eternidade terá que pagar a Justiça Divina o valor correspondente a mesma soberba e orgulho que cultivam na vida”.